Segunda, 21 de maio de 2018
Logo

Acesso ao Painel

cadastre-se | esqueci minha senha

  • Leitura
    A A
  • Imprimir
  • Indique nosso site

A Sarcopenia no Idoso

O envelhecimento é um processo fisiológico onde a velocidade de formação dos tecidos conjuntivos (músculo – osso – cartilagem) diminui, fazendo com que haja uma perda parcial do volume e funcionalidade destes.

O termo Sarcopenia, derivado do grego (sarkpenia – sark=carne /penia=perda), diz respeito à perda de massa muscular levando, como conseqüência, à uma diminuição da sua função.

A Sarcopenia faz parte do processo fisiológico do envelhecimento, iniciando-se de maneira mais marcante após a 4ª e 5ª década da vida, sendo um processo multifatorial. Diversos fatores estão ligados a este evento, podendo ser citados os déficits hormonais do envelhecimento, o déficit proteico alimentar, a baixa atividade física além da co-morbidade desencadeada por doenças como o Diabetes, o Hipotireoidismo, erros do metabolismo, doenças de má absorção, doenças imunológicas etc..

 

 

Em um adulto normal estima-se que a perda de massa muscular ocorra na proporção de 1 a 2% ao ano, podendo esta ser diminuída com medidas preventivas. Se levarmos em consideração estes valores descritos em inúmeros trabalhos da literatura, podemos aceitar que na 8ª década da vida o idoso terá somente 50% de sua massa muscular da juventude.

A Sarcopenia influencia diretamente na vida cotidiana do idoso. Uma perda de massa muscular implica em uma menor capacidade para a realização de tarefas do dia a dia, bem como uma menor capacidade de equilíbrio em terrenos acidentados (ruas com desníveis e buracos), causando uma tendência a quedas, o que explicaria a grande quantidade de fratura em idosos. Devemos aqui salientar que Sarcopenia e Osteoporose são alterações que costumam ocorrer conjuntamente.

Tentar prevenir a Sarcopenia do idoso é uma proposta válida, que com certeza implicará em uma melhora da qualidade de vida no decorrer do envelhecimento.

Uma alimentação correta ou, por vezes, uma suplementação alimentar a base de Suplementos Proteicos Vitaminados, associada à atividade física com exercícios de resistência pode prevenir, ou mesmo reverter quadros de sarcopenia fisiológica.

A prescrição de exercícios adequados para cada indivíduo passa por uma análise de seu biotipo, sua dinâmica muscular, sua biomecânica articular e seu estado nutricional.

Prevenir a Sarcopenia do envelhecimento significa melhor qualidade de vida.

Converse com um especialista.

Dr. Antonio Carlos Novaes (Reumatologista)
Assistente Estrangeiro da Fac. de Med. de Paris